VOLTAR

Conferência alcançou o que estava previsto

OESP, Vida, p. A26
14 de dez de 2008

'Conferência alcançou o que estava previsto'

Eram 2h38 da madrugada de sábado quando o presidente da 14ª Conferência do Clima, Marciej Nowicki, declarou encerrados os trabalhos na sessão plenária que discutia os últimos termos do relatório. Sem surpresas, o texto homologou avanços, como a Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação (REDD) e o Fundo de Adaptação - embora desprovido de US$ 20 bilhões em recursos. "Agora é a hora da verdade", disse o secretário-executivo do Painel do Clima da Organização das Nações Unidas (ONU), Yvo de Boer.

"Esta conferência alcançou o que estava previsto." Para ele, a idéia de "visão compartilhada" do problema, o Fundo de Adaptação, a REDD e o acordo alcançado pela União Européia para metas de 20% de redução das emissões de gases estufa foram pontos altos.

De Boer reconheceu que a COP 14 foi frustrante na questão do financiamento do Fundo de Adaptação, que, homologado e sob responsabilidade do Banco Mundial, ficou sem a provisão de US$ 20 bilhões negociada no acordo. Países pobres reclamaram da não inclusão do pagamento de créditos de carbono no fundo.

Nem mesmo a aprovação do pacote da União Européia amenizou a insatisfação das ONGs presentes ao evento. Os protestos foram expressados por líderes da Climate Action Network, rede que reúne 400 das principais ONGs da área. "O que vimos em termos de mitigação e de metas é a repetição dos argumentos da Conferência de Bali, em 2007", disse Jennifer Morgan, da E3G.

Entre diplomatas e políticos, a análise era de que Poznan havia atingido os objetivos. Elogiado até por ONGs pela "dignidade" de sua atuação, o chefe da delegação americana, Harlan Watson, avaliou o evento a pedido do Estado: "A conferência correu dentro do que as delegações imaginavam. Os objetivos foram alcançados e isso representa um passo à frente rumo às decisões de fato, que serão tomadas em Copenhague."

OESP, 14/12/2008, Vida, p. A26

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.