VOLTAR

Comunidades Quilombolas do estado de Minas Gerais recebem apoio da Terra de Direitos com cestas básicas e kits de higiene.

CONAQ - http://conaq.org.br/noticias/comunidades-quilombolas-do-estado-de-minas-gerais-recebem-apoio
Autor: Nathalia Purificação
18 de mai de 2020

Comunidades Quilombolas do estado de Minas Gerais recebem apoio da Terra de Direitos com cestas básicas e kits de higiene.
Nos últimos meses, comunidades quilombolas estão sendo atingidas pelo novo vírus covid-19. A maioria das comunidades ficam localizadas em zona rural, consequentemente mais afastadas de centros de saúde, farmácias, hospitais e lugares que podem prestar apoio em caso de emergência. Pensando nisso, organizações de apoio ao direitos humanos, decidiram realizar doações à comunidades que estão mais vulneráveis ao vírus, doando materiais de higiene e cestas básicas para famílias.

Entre os dias 29 de Abril à 8 de Maio, comunidades quilombolas do estado de Minas Gerais receberam doações de cestas e kits de higiêne, feitas pela organização Terra de Direitos. As doações foram entregues em três comunidades específicas dos municípios de Cristália, Bocaiúva e Senhora do Porto - MG.

Segundo, Élida Lauris, coordenadora executiva da Terra de Direitos, essa ação faz parte do trabalho da organização frente a situação do covid-19, que em muitos casos estão apoiando o trabalho de lideranças e defensores dos direitos humanos em garantia da sustentabilidade e das condições de vida das suas comunidades. Como aconteceu com a Sandra Maria, coordenadora executiva da CONAQ e liderança quilombola do estado de Minas Gerais.

A coordenadora executiva da Terra de Direitos falou como vem sendo feito as ações da instituição: "A gente tem feito isso nos territórios em que a gente trabalha e também com parceiros como a CONAQ, com quem nós temos uma parceria há muitos anos. Então isso tem a haver com o reforço do trabalho e o apoio à defensores dos direitos humanos e o trabalho nas comunidades a gente tem garantido algum apoio humanitário, assistencial para as situações de necessidades, que foi o caso que aconteceu em Minas e a situação que Sandra precisava de apoio."

Élida destaca que essas ações vêm sendo realizadas em outros estados, além de Minas Gerais: "Então, a gente tem feito isso em Santarém, com as comunidades quilombolas de lá, fazendo parte de uma rede local de apoio humanitário. Temos feito isso com as comunidades na Serra do Espinhaço, temos feito isso com as comunidades no Paraná. Isso faz parte das nossas ações assistenciais e humanitárias de apoio no campo do covid-19."

A coordenadora ainda conta que é necessário fazer um mapeamento de todas as comunidades que precisam desse apoio e ressalta a importância de ajudar as lideranças e organizações a se manterem nessa pandemia.

"A gente tá fazendo todo um acompanhamento na área do COVID, das situações emergenciais e das situações de apoio das necessidades de reforço do trabalho das organizações operacionais e para as organizações conseguirem se manter nos territórios que a gente trabalha com parceiros. Por que a gente entende que as lideranças de organizações precisam estar apoiadas e fortalecidas para enfrentar essa situação e as comunidades que a CONAQ trabalha é um exemplo disso. "

Ao total, foram distribuídas cerca de 131 kits de higiene e cestas básicas para as comunidades: Barreiro, município de Cristália; Macaúba dos Palmitos, município de Bocaiúva e a comunidade Moinho Velho, município de Senhora do Porto.

http://conaq.org.br/noticias/comunidades-quilombolas-do-estado-de-minas…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.