VOLTAR

Comenda Nise da Silveira homenageia mulheres de destaque

Agência Alagoas - http://migre.me/lOpS
28 de fev de 2010

Instituída por meio de decreto 38.267, de dezembro de 1999, a Comenda Nise Magalhães da Silveira vem premiando mulheres de evidência no Estado. Não por acaso, o Dia da Mulher, 8 de março, foi o escolhido para homenagear dez importantes mulheres cujos trabalhos merecem holofotes.

Desde 2001, o Governo do Estado tem agraciado mulheres das mais diversas áreas. Já foram homenageadas a cantora Mercedes Sosa, a vereadora Heloísa Helena, a reitora Ana Dayse Dórea, a jogadora de futebol Marta Vieira da Silva e a escritora Arriete Vilela, dentre muitas outras. As medalhas e diplomas são outorgados a mulheres que tenham se destacado em seus campos de atividade e, por conseguinte, colaborado com sua parte em defesa das melhorias sociais.

A psiquiatra maceioense que dá nome à comenda, Nise da Silveira, esteve à frente de seu tempo por vislumbrar tratamentos alternativos aos utilizados à época - como lobotomia e eletrochoque - em doentes mentais. Aluna de Carl Jung, ela fundou, em 1952, o Museu de Imagens do Inconsciente, na cidade do Rio de Janeiro, no qual trabalhos artísticos de pintura e modelagem produzidos por pacientes são armazenados e estudados.

As homenageadas - Diretora nacional do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST), a cientista social Débora Nunes tem desenvolvido um trabalho de relevo em nome da reforma agrária, com o objetivo de promover melhores condições de vida para o trabalhador e a trabalhadora rurais.

A líder indígena Ermelinda Celestino da Silva vem defendendo a legitimação do povo Wakonã Kariri-Xucurú, da região de Palmeira dos Índios. Detentora dos conhecimentos tradicionais do povo indígena, participou da luta de retomada da reserva Mata da Cafurna, em 1985, e articulou a organização do primeiro Comitê Intertribal de Mulheres Indígenas do Nordeste.

Selma Teixeira Brito, pianista atuante no Estado, desenvolve diversas atividades para a propagação da música popular e erudita. Selma é uma das agraciadas com a comenda Nise da Silveira por ser conhecida a mobilização em prol da música por ela articulada, como o Concerto Aos Domingos, no Instituto Histórico e Geográfico de Alagoas (IHGAL).

Por sua notabilidade como fundadora e coordenadora internacional da Pastoral da Criança e da Pastoral do Idoso, a médica Zilda Arns receberá uma homenagem póstuma do governo do Estado. Falecida em janeiro deste ano durante missão humanitária na cidade de Porto Príncipe, à vasta lista de prêmios recebidos por Zilda, será somada a Comenda Nise Da Silveira.

A ginecologista Eleuza Passos Tenório participará da solenidade por seus esforços em nome da saúde da mulher.

Também serão homenageadas com a condecoração a juíza Ester Manso, as advogadas Fernanda Vilela e Marli Ribeiro de Souza, a desembargadora Nelma Torres Padilha e a prefeita de Santana do Ipanema, Renilde Bulhões. A ginecologista Diva Toledo receberá a comenda referente ao ano passado.

por Agência Alagoas

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.