VOLTAR

Cimi não quer índio com aula de português

Folha de S. Paulo (São Paulo - SP)
20 de jan de 1980

A Suframa entregou recursos financeiros para as missões religiosas do Alto Rio Negro a fim de incrementar o ensino de português. Paralelamente, a Sudam de São Gabriel da Cachoeira (AM) financiará cursos de pedagogia voltados ao ensino de crianças indígenas. Em resposta, o Regional Norte do Cimi condenou as medidas e denunciou o suicídio cometido por uma aluna indígena, evidenciando sua relação com o impedimento da utilização de sua língua materna.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.