VOLTAR

Cimi é acusado de reter Cr$ 2 milhões dos índios

O Dia (Rio de Janeiro - RJ)
17 de mar de 1982

O presidente da União das Nações Indígenas, Marcos Terena, denunciou em Brasília (DF) que um secretário do Cimi está retendo ajuda em dinheiro, doada à organização indígena por uma entidade ligada a uma Igreja Católica alemã.

A Companhia Vale do Rio Doce iniciou os levantamentos para avaliar a indenização que precisará pagar a índios Gavião da localidade de Mãe Maria, no Pará.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.