VOLTAR

Cimi diz que índio foi vítima de atentado

Jornal de Brasília (DF)
14 de set de 1980

Em nota conjunta distribuída ontem o Cimi, a Sociedade Brasileira de Indigenistas e a ANAI denunciam o "atentado" sofrido pelo líder Guarani Norberto de Paula Gabriel e acusam de invasores de terras indígenas a empresa Atlântica Boa Vista, cujo diretor é filho do ministro do Interior Mário Andreazza, e a Slaviero Comércio e Indústria S. A..

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.