VOLTAR

Cimi aponta uma derrota de Rangel no caso dos índios

Folha de S.Paulo (São Paulo - SP)
08 de jan de 1977

O Cimi aponta como uma derrota o fato do ministro do Interior, Rangel Reis, ter sido obrigado a mudar suas declarações sobre o trabalho das missões religiosas com os povos indígenas, o ensino bilíngue e a política de integração indígena. De fato, Rangel Reis recuou em suas posições, ao sustentar que a Funai apenas investigará o trabalho das missões e atuará de forma conjunta com as mesmas; que o Ministério do Interior solicitou assistência do Ministério da Educação para decidir sobre a questão do ensino de línguas indígenas; e que o governo não estabelecerá prazos para a emancipação indígena. Além disso, a notícia traz informações sobre o contato com indígena Parakanã, na região de Puruizinho, próxima à UHE Tucuruvi.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.