VOLTAR

Chesf se compromete a reassentar indígenas

A Tarde (Salvador-BA)
12 de jan de 1999

A comunidade Tuxá obteve a promessa da Companhia Hidroelétrica do São Francisco (Chesf) de que uma área com cerca de 6 mil e 600 hectares será adquirida no município de Rodelas para o reassentamento de 150 famílias.
Contudo, apesar do acordo, os Tuxá temem que, com a proximidade da privatização da Chesf, o negócio não se concretize. Eles esperam pelo reassentamento há 11 anos, e, segundo o cacique Bidu, até a desapropriação das terras, em 1987, eles viviam da agricultura e não deviam nada a ninguém. Hoje, cada família ganha R$ 260 de verba de manutenção transitória, paga pela Chesf, mas que não dá nem para comprar remédio.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.