VOLTAR

Câmara aprova Parque de Currais

Gazeta do Povo-Curitiba-PR
Autor: Fernando Martins
12 de dez de 2002

Currais vai virar um parque nacional marinho.
O projeto de lei que cria o Parque Nacional Marinho das Ilhas dos Currais, na costa paranaense, foi aprovado ontem por unanimidade na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados. Com a votação desta quarta-feira, o projeto venceu a última etapa de tramitação na Câmara. Agora a proposta vai para o Senado.

A expectativa do deputado federal Luciano Pizzatto (PFL-PR), o autor do projeto de lei, é de que o mais novo parque nacional do Paraná seja definitivamente criado pelo Senado até a metade de 2003. A tramitação do projeto, apresentado há cerca de seis meses, está sendo bastante rápida, disse ele.

No último dia 27, a proposta foi aprovado pela Comissão do Meio Ambiente da Câmara. Na segunda-feira, o texto chegou às mãos do relator do projeto na CCJ, o deputado Osmar Serraglio (PMDB-PR). Ele deu parecer favorável e ontem o levou para votação na comissão. "Não houve nenhuma objeção", afirmou Serraglio.

O Parque Nacional Marinho das Ilhas dos Currais deve garantir a preservação de um conjunto de três ilhotas, situadas a 5,5 quilômetros do continente, em frente ao balneário de Praia de Leste. Currais é considerado um dos mais importantes criadouros de aves marinhas do Sul do país. Dentre as espécies que procuram fazer ninhos nas ilhas estão a gaivota, o atobá, o tesoureiro, a andorinha-do-mar, a garça e o socó.

As lajes de pedra também servem de abrigo para espécies de peixes e de invertebrados marinhos. Além das ilhotas, a área do parque ainda deve incluir uma faixa de mar no entorno de Currais, na qual seria proibida a pesca.

Caso a criação da área de preservação se concretize, Currais se tornará o quinto parque nacional situado no Paraná (e o primeiro marinho). Os outros são os parques do Iguaçu (no Oeste do estado), Ilha Grande (Noroeste), Superagüi (Litoral Norte) e Saint Hilaire/Lange (Litoral Sul).
(Fernando Martins-Gazeta do Povo-Curitibá-PR-12/12/02)

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.