VOLTAR

Cacique é assassinado na Bahia

Folha de São Paulo
27 de dez de 1979

O cacique Ângelo Pareira Xavier foi assassinado ontem pelo pistoleiro Antônio Lima no distrito de Brejo dos Burgos, na Bahia. Ângelo era o chefe de 1200 índios Pankararé, cujas terras foram doadas pela Coroa Portuguesa em 1705 mas até hoje não demarcadas pela Funai. Há tempos os pankararé sofrem perseguições de líderes políticos das cidades do entorno, e o cacique reivindicava maior auxílio da Funai, sempre omissa em relação aos conflitos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.