VOLTAR

Cacique é assassinado com 4 tiros

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro - RJ)
21 de mai de 1998

O cacique Francisco de Assis Araújo, considerado o maior líder indígena do Nordeste, foi assassinado com quatro tiros em Pesqueira (PE). Chicão presidia a Associação dos Povos Indígenas do Nordeste e lutava pela demarcação da reserva de seu povo, ocupada por fazendeiros. Índios Xukuru e moradores da cidade protestaram em frente ao hospital para onde Chicão foi levado. O Cimi acusou o governo de Fernando Henrique Cardoso por ser o principal responsável pelo assassinato da liderança.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.