VOLTAR

Brasil vota contra a proteção de madeira

Jornal da Tarde, p.14A (São Paulo - SP)
19 de jun de 1997

Durante a 10ª Conferência da Convenção sobre Espécies Ameaçadas (Cites), a delegação brasileira, que tem entre seus integrantes um diretor da Associação de Exportadores de Madeira da Amazônia (Aimex), votou contra o reconhecimento do mogno como uma espécie ameaçada e portanto, a ser protegida.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.