VOLTAR

Bororos libertam médico, mas protestam

Diário do Comércio
Autor: Eduardo Gomes
26 de mar de 1993

O médico Esmeraldo Filho, da Funai, que havia sido rendido pelo cacique Bororo Benedito Tuaguebon com o objetivo de chamar a atenção das autoridades para os problemas enfrentados na terrra indígena Perigara, foi libertado.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.