VOLTAR

Bispo se defende e acusa Saulo Ramos e candidata

O Liberal (Belém - PA)
14 de fev de 1990

O bispo de Roraima, dom Aldo Mongiano, atribuiu o agravamento da situação provocada pela invasão de garimpeiros na reserva dos índios Yanomami às incoerências do Ministro da Justiça e à campanha de uma candidata a deputada. A candidata, Luisa Bueno Brasil, acusa a Igreja de tentar desviar a atenção porque seria igualmente dona de garimpos. No entanto, Luisa se refere a uma acusação antiga que já foi investigada e arquivada, classificada pela juíza do caso como uma campanha difamatória contra as missões religiosas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.