VOLTAR

Bispo diz que o tapirapé não sobrevive em Bananal

Jornal do Brasil (Rio de Janeiro-RJ)
03 de abr de 1972

O bispo de São Félix condenou a intenção da Funai de transferir os índios Tapirapé para a Ilha do Bananal, com o argumento de que fora de seu habitat eles não terão condições de sobrevivência. Os índios vivem próximo à confluência dos rios Tapirapé e Araguaia, onde houve choques armados entre fazendeiros e posseiros. Para o bispo, a transferência deve ser entendida como uma deportação, e atingirá profundamente a estrutura tribal.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.