VOLTAR

Bispo de Roraima aceita saída dos missionários

O Estado de S. Paulo (São Paulo - SP)
28 de ago de 1987

O bispo de Roraima aceitou, com ressalvas, a decisão da Funai de retirar todos os grupos envolvidos no conflito que eclodiu na região do rio Couto de Magalhães: garimpeiros, missionários e índios de outras etnias. Ele afirmou que a saída será apenas temporária, para demonstrar que a Igreja não pretende prejudicar o trabalho das autoridades que estão investigando o caso. Os índios Yanomami entraram em confronto com os garimpeiros, que resultou em mortes de ambos os lados.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.