VOLTAR

Biopiratas sofisticam atuação na floresta

Folha de S.Paulo (São Paulo - SP)
09 de mar de 2003

As recentes prisões de estrangeiros acusados de praticar biopirataria na Amazônia mostram que nos últimos anos, as técnicas utilizadas por eles ficaram mais sofisticadas. O caso que mais chamou atenção das autoridades é o de dois alemães que foram presos em fevereiro, com espécies de peixes amazônicos de comercialização proibida. Foram apreendidos com eles um aparelho GPS, equipamentos de medição de oxigênio, eletricidade e pH da água e tranquilizantes para os peixes.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.