VOLTAR

Balbina exporta peles de onça

A Crítica (Manaus-AM)
08 de mai de 1987

José Antônio Azevedo, que trabalha na construção da hidrelétrica de Balbina, denunciou que engenheiros da Eletronorte resolveram ordenar que alguns peões de obra realizem a caça de animais, como onça pintada e gato caracajá, para venda ilegal de suas peles.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.