VOLTAR

Avaliação vê exagero em ação

Folha de São Paulo
01 de dez de 1998

Uma avaliação realizada pelo Inpe e pelo IPT na APA de Jacupiranga e Guaraqueçaba, entre São Paulo e Paraná, identificou superdimensionamento de florestas com potencial de exploração comercial em ação de indenização contra o Estado. A empresa Itaóca S/A - Administração de Bens, ex-proprietária dos 39.919 hectares da reserva, requer na Justiça indenização de R$ 325 milhões, enquanto a avaliação dos dois institutos é de no máximo R$ 16 milhões.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.