VOLTAR

Área preservada da Juréia é invadida e fiscalização falha

OESP, Caderno 2, p. C2
Autor: RACY, Sonia
13 de jul de 2019

Área preservada da Juréia é invadida e fiscalização falha

Sonia Racy
Direto da fonte

Mais uma vez, entra em campo tentativa de "reforma agrária" na Juréia - área mais preservada de todo o litoral paulista. Segundo contou à coluna ontem o consultor Fabio Feldmann, três casas foram construídas no Rio Verde "sem ninguém perceber". Isto seria uma mostra, no ver do também ambientalista, da "precária fiscalização" do Estado.
Afinal, para se construir é necessário montar uma logística de vai e vem de materiais nada invisíveis.
Da fonte 2
A Fundação Florestal decidiu tomar providências e usou seu poder de polícia para demolir. Entretanto, a Polícia Ambiental acabou fazendo "corpo mole" e a terceira edificação permanece de pé.
Desconfia-se, na região, do desejo de promoção de um certo capitão que estaria evitando tensões extras.
Da fonte 3
Pelo outro lado, alega-se que os ocupantes são tradicionais e teriam direitos de ali permanecer. "Eles não preenchem os requisitos básicos", avalia Feldman. "A persistir tal situação, não restará nenhum fragmento de Mata Atlântica intacto."

OESP, 13/07/2019, Caderno 2, p. C2

https://cultura.estadao.com.br/blogs/direto-da-fonte/area-preservada-da…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.