VOLTAR

Antropóloga critica a situação dos índios

A Tribuna (São Paulo - SP)
10 de jul de 1981

Durante uma mesa redonda sobre a "política indigenista oficial", Maria Rosário Gonçalves de Carvalho, antropóloga da UFBA, afirmou que nunca se viveu um momento tão sombrio para a política indigenista no Brasil. De acordo com ela, a atual política é omissa e irresponsável, e não elege os povos indígenas como prioridade. O representante da Funai não compareceu ao encontro, que contou com a presença do cacique e presidente da UNI, Marcos Terena.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.