VOLTAR

A Amazônia sem máscara

Correio Braziliense (Brasília - DF)
21 de jul de 1989

Em 35 dias percorrendo a Amazônia, os repórteres Fernando Pinto e Eugênio Novaes não conseguiram detectar na região nenhum deserto, devastação ou incêndio. Ao contrário, mais frequentemente tiveram dúvidas de como o homem poderia se deslocar no meio da densa floresta para produzir o inesperado volume de riquezas que ela proporciona.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.