VOLTAR

A Amazônia pode sumir em 90 anos

O Estado de S.Paulo (São Paulo - SP)
12 de jul de 1988

Durante o simpósio "Desenvolvimento da Amazônia - Alternativa ao Desmatamento", reiterou a existência de uma pressão crescente sobre as matas tropicais, com a destruição de três milhões de hectares por ano. Chegando Maria Tereza Jorge Pádua, presidente da Funatura, em 90 anos não restará mais nada da Amazônia.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.