VOLTAR

Aliança formada para combater crise hídrica propõe multa para reduzir consumo

Yahoo - br.noticias.yahoo.com
29 de out de 2014

Aliança formada para combater crise hídrica propõe multa para reduzir consumo

EFE - qua, 29 de out de 2014

São Paulo, 29 out (EFE).- Diante do impasse representado pela crise hídrica que afeta São Paulo, um grupo de 20 organizações não governamentais lançou nesta quarta-feira uma aliança para combater o problema no estado, e a partir das propostas de 280 especialistas de 60 municípios, reuniu soluções de curto, médio e longo prazo para a falta d'água na região.
No total, foram propostas 196 ações de curto prazo e 191 de longo prazo que serão sistematizadas pelo grupo que forma a chamada Aliança pela Água. Entre elas estão chegar a abril de 2015 com os reservatórios fora de risco e a implementação de uma multa para atingir os consumidores que ainda não foram sensibilizados pelas campanhas de conscientização.
"A gente vai sair em duas frentes de atuação: trabalhar no adensamento das propostas em pelo menos oito grupos de trabalho, detalhar melhor os planos de ação e trabalhar no sentido de criar compromissos de engajamento para avançar nestas propostas", explicou a coordenadora da chamada Aliança pela Água, Marussia Whately.
De acordo com ela, apesar dos altos índices de adesão ao sistema de bonificação implementado pelo governo do estado em parceria com a Sabesp, empresa que administra a distribuição e o tratamento da água no estado, os baixos índices de redução do consumo levam a crer que quem está reduzindo o consumo seja justamente quem já consumia menos.
Segundo dados divulgados pela Sabesp, metade dos consumidores reduziram o consumo em pelo menos 20%, atingindo a meta estabelecida pelo governo estadual, enquanto cerca de 25% da população aumentou o consumo.
Num cálculo rápido realizado pela coordenadora da Aliança pela Água baseado no consumo de cerca de 48 mil litros por segundo, metade disso (percentual de pessoas que aderiram ao sistema de bonificação implementado pela Sabesp) deveria ser 24 mil litros, que numa redução de 20% resultaria em quase cinco mil litros de água poupados.
No entanto, a redução total no consumo foi de 3600 litros de acordo com a própria companhia.
"Se você tem 70% dos consumidores aderindo à campanha, com metade deles aderindo aos 20% de redução, você deveria ter uma economia equivalente. Porém, a economia é bem menor, o que leva à conclusão de que temos as pessoas que consomem menos economizando", ressaltou Whately
De acordo com ela, seriam necessárias medidas com a finalidade de sensibilizar os consumidores que aumentaram o consumo neste período, "principalmente começar a multar usos absivos de água em situações extremas como essa".
Até o momento, a medida tomada pelo governo do estado tem sido a adoção do uso de uma segunda cota da reserva técnica para garantir o abastecimento da população, o que conseguiu elevar o percentual de água disponível de 3% para 13%.
No entanto, segundo estimativas da aliança formada hoje, ao consumir esta reserva, a perspectiva de recuperar os níveis originais da represa tornam-se cada vez mais distantes, podendo formar um saldo negativo de 30% no sistema Cantareira caso se mantenha o uso do chamado volume morto sem a retomada do período de chuvas.
Segundo o coordenador do programa Água pra a Vida da WWF Brasil, Glauco Kimura, o uso da reserva técnica permitirá ao Estado chegar em abril de 2015 com uma situação "viável" se adotada "uma politica séria de redução" do consumo.
"O problema é a partir de abril de 2015. A reserva técnica é um plano B. E o plano C? Foi apresentado? Não sabemos. Então é isso que deixa a população insegura", ressalta Kimura ao alertar para o fato de que as chuvas neste período não serão suficientes para recuperar estes reservatórios.
"A gente precisa rapidamente que o governo se posicione sobre qual é o plano C. O plano B já vai começar a ser utilizado agora, que é a reserva técnica. Este plano estima-se que dure até abril de 2015 com o uso racional desse recurso. O plano C a gente não viu ainda", alertou Kimura. EFE.

https://br.noticias.yahoo.com/alian%C3%A7a-formada-combater-crise-h%C3%…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.