VOLTAR

Alemanha desmente fala de Salles de que país 'já topou' reformular Fundo Amazônia

Valor Econômico - https://valor.globo.com/brasil/noticia
06 de dez de 2019

Alemanha desmente fala de Salles de que país 'já topou' reformular Fundo Amazônia
O ministro havia dito que o governo alemão aceitou alterar regras do Fundo Amazônia

Por Matheus Schuch e Fabio Murakawa, Valor - Brasília

A Embaixada da Alemanha no Brasil desmentiu, nesta sexta-feira, a afirmação do ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, de que o governo alemão aceitou alterar regras do Fundo Amazônia, utilizado para ações de conservação da floresta.

Durante a Conferência do Clima da ONU em Madri (COP-25), Salles afirmou que a Alemanha, doadora do Fundo Amazônia ao lado da Noruega , "já topou" a nova proposta. Consultada pelo Valor, a embaixada da Alemanha recebeu as informações "com espanto" e garantiu não ter comentado o assunto ainda com o governo brasileiro. Durante a COP-25, Salles não quis detalhar que tipo de mudanças pretende implantar no fundo, mas assegurou que o governo alemão já havia concordado. "Entregamos uma minuta aos doadores, que estão estudando a proposta. A Alemanha já topou. Falta a Noruega", afirmou.

A embaixada da Alemanha confirma o recebimento de uma proposta para reformular o fundo e estudará o caso. Confira, abaixo, a íntegra da manifestação: "A Embaixada da Alemanha recebe com espanto as declarações sobre o Fundo Amazônia veiculadas nesses últimos dias. A Embaixada recebeu no início dessa semana, uma proposta formal do BNDES para reformular o Fundo Amazônia, autorizada, segundo o BNDES, pelo Ministro Salles. Esta proposta está em avaliação e a Alemanha não comentou o assunto até o momento com o lado brasileiro. A avaliação será realizada em estreita cooperação com a Noruega".

https://valor.globo.com/brasil/noticia/2019/12/06/embaixada-da-alemanha…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.