VOLTAR

Aldeias indígenas da PB receberão mais de 2 mi da Funasa

Paraiba.com.br - www.paraiba.com.br
02 de set de 2008

A presidência da Fundação Nacional de Saúde descentralizou para a Paraíba, recursos na ordem de mais de R$ 2 milhões, para a realização de obras de Abastecimento de Água e Melhorias Sanitárias Domiciliares, nas terras indígenas dos municípios de Baía de Traição, Marcação e Rio Tinto.

A descentralização dos recursos ocorreu no dia 1o de agosto, atendendo a um pedido da Coordenação Regional da Paraíba e deve contribuir para a realização de serviços nas áreas de saneamento básico daquelas aldeias.

Para a área de abastecimento de água nos três municípios, estão destinados aproximadamente R$ 1,5 milhões, sendo R$ 597 mil para Baía da Traição, R$ 645 mil para o município de Marcação e R$ 233 mil destinados ao município de Rio Tinto.

Já para a área de Melhorias Sanitárias Domiciliares, estão previstos investimentos na ordem de R$ 870 mil, com um investimento de R$ 318 mil para a Baia da Traição, R$ 251 mil para o município de Marcação, e R$ 309 mil destinado ao município de Rio Tinto.

Com a descentralização dos recursos, cerca de 10 mil índios, distribuídos em pouco mais de 18 aldeias serão beneficiados com a realização dos serviços.

De acordo com o setor de engenharia da Core/PB, os projetos estão em fase de conclusão, já a descentralização dos recursos é fase concluída, restando apenas à execução da licitação para as obras serem iniciadas.

Para o Chefe da Divisão de Engenharia da Saúde Pública (DIESP), Servulu Mário Lacerda, todos os itens projetados para serem implantados nas aldeias indígenas, tem como objetivo melhorar a qualidade de vida da população indígena.

"Nesse momento nós estamos melhorando a situação de 18 aldeias com abastecimento de água e este é um projeto que a Funasa na Paraíba tem se emprenhado em fazer para que a população indígena não fique sem água de boa qualidade, e usufrua como qualquer outra pessoas de um bom saneamento básico" enalteceu.

Como as descentralizações dos recursos dizem respeito ao ano de 2008, as licitações têm o prazo até o dia 31 dezembro para serem realizadas e as obras iniciadas.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.