VOLTAR

Água envenena 46 índios no Pará

Jornal da Tarde
19 de jun de 2000

O Instituto Evandro Chagas e Adolfo Lutz estão analisando a água do Rio Guamá e de poços artesianos da reserva indígena do Alto Rio Guamá, no nordeste do Pará, em busca das causas da doença que atacou os índios Tembé da região. Suspeita-se de contaminação por agrotóxicos e produtos químicos usados por madereiras da região.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.