VOLTAR

Advogado pede remoção de índios de fazenda no MS

Site do Terra
12 de Jan de 2002

O advogado Guilhermo Ramão entra na próxima segunda-feira, no Tribunal Regional Federal, em São Paulo, com pedido para que seja revista a suspensão da ordem judicial que garantia a reintegração de posse da Fazenda Fronteira, no município de Antônio João (MS), ao prefeito Dácio Queiroz. A área é ocupada por cerca de 300 índios caiubis.

Na tarde desta sexta, o juiz federal convocado do Tribunal Regional Federal, Gilberto Giordano, acatou pedido da Funai e suspendeu a liminar de garantia a reintegração de posse ao prefeito.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.