VOLTAR

Acuado pela colonização, grupo arara vive em fuga

O Estado de São Paulo
Autor: Lúcio Flávio Pinto
03 de mar de 1978

Em 1970 os Arara possuíam uma grande aldeia no rio Jaraucú, com roças de batatas, banana, mandioca, milho, algodão. Nesse ano, as frentes de construção da Transamazônica iriam passar em cima da aldeia, e os Arara, atemorizados com o barulho e a movimentação das pesadas máquinas que vinham de Altamira em direção a Itaituba, no Pará, fugiram.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.