VOLTAR

Acordo prevê maior proteção de mananciais

FSP, Cotidiano, p. C7
05 de jun de 2005

Acordo prevê maior proteção de mananciais

A proteção dos mananciais de São Paulo ganha um reforço no Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado hoje. A prefeitura e o governo do Estado assinam um convênio para a fiscalização conjunta dessas áreas, que, cada vez mais, sofrem com a expansão urbana e atividades ilegais. A proteção dos mananciais é primordial para que o abastecimento de água seja mantido e para não encarecer ainda mais o seu tratamento.
Um acordo semelhante foi firmado em 1990, mas deixou de funcionar em 2000. "A população de Parelheiros e Marsilac [zona sul], por exemplo, dobrou em quatro anos. O aumento da fiscalização permitirá um maior controle da expansão urbana, evitará a invasão das margens e a poluição dos córregos, a existência de carvoarias e qualquer outra atividade irregular", disse o secretário municipal do Verde e do Meio Ambiente, Eduardo Jorge.
A área que terá fiscalização conjunta corresponde às bacias hidrográficas do Guarapiranga e da Billings, da APA (Área de Proteção Ambiental) Capivari-Monos e o sistema Alto Cantareira, nas suas porções que ficam no território do município de São Paulo. As subprefeituras da região atingida pela medida são Capela do Socorro, Parelheiros, M'Boi Mirim, Campo Limpo, Cidade Ademar e Jaçanã/Tremembé.

Cenário preocupante
Neste ano, o ISA (Instituto Socioambiental) apresentou ao governo do Estado um diagnóstico da bacia do Guarapiranga nada positivo, com denúncias da presença de carvoarias na área, desmatamento e remoção de terra nas margens da represa.
Para a coordenadora do programa Mananciais do ISA, Marussia Whately, a responsabilidade teria de ser compartilhada entre todos os municípios da bacia para dar bons resultados. "Ações isoladas não resolverão" disse Marussia.

FSP, 05/06/2005, Cotidiano, p. C7

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.