VOLTAR

A ação predatória dos sem-madeira

O Globo, p.14 (Rio de Janeiro - RJ)
08 de mar de 1998

Trabalhadores rurais do Movimento dos Sem-Terra do Amazonas (MST), uma dissidência do MST, avançam sobre a mata fechada. Sua sobrevivência depende da extração de madeira e são conhecidos na região como os "sem-madeira".

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.