VOLTAR

Polícia prende suspeito de matar indígena da etnia guarani-caiová

FSP, Poder 2, p. 3
15 de jun de 2013

Polícia prende suspeito de matar indígena da etnia guarani-caiová

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Um suspeito de matar um índio da etnia guarani-caiová em Paranhos (a 464 km de Campo Grande) foi preso anteontem. A identidade do homem, de 35 anos, não foi revelada pela polícia.
De acordo com o delegado Rinaldo Moreira, trata-se de um funcionário da fazenda em que o índio foi morto.
Na casa dele foi encontrada uma espingarda calibre 28 que será submetida a exames de balística.
O delegado diz estar convicto de que o crime foi causado por alguma rixa pessoal. "Não há conflitos por causa de terras envolvendo indígenas e fazendeiros nesta região", enfatizou.
Paranhos faz fronteira com o Paraguai e está a 416 km de Sidrolândia, epicentro da atual tensão entre índios e fazendeiros em Mato Grosso do Sul.
(WILHAN SANTIN)

FSP, 15/06/2013, Poder 2, p. 3

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/114042-policia-prende-suspeito-d…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.