VOLTAR

Juiz suspende criação de duas novas unidades

FSP, Ciência, p. A19
05 de Dez de 2006

Juiz suspende criação de duas novas unidades

Do enviado a Belém

O Ministério Público Federal do Pará conseguiu, na última hora, suspender a criação de duas das nove unidades de conservação propostas pelo governo Jatene. A Floresta Estadual Amazônia (512 mil hectares) e a Área de Proteção Ambiental de Santa Maria de Uruará (942 mil hectares) saíram do bloco por uma liminar da Justiça Federal de Altamira, expedida no sábado.

As unidades possuem sobreposição com a Resex (Reserva Extrativista) Renascer, proposta pelo governo federal. Comunidades locais e algumas ONGs ambientalistas se manifestaram a favor da criação da Resex. Elas entendem que a APA oferece baixa proteção, e que a instauração de uma Floresta Estadual ali beneficiaria mais as madeireiras do que comunidades tradicionais.

O governo do Pará disse que insistirá na criação das duas unidades. "Dizer que floresta pública não garante os direitos das comunidades tradicionais é desconhecer a lei", disse o secretário paraense de Produção, Vilmos Grunvald. (CA)

FSP, 05/12/2006, Ciência, p. A19

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.