VOLTAR

Ismarth ouvirá apelos dos índios

O Estado de São Paulo (São Paulo-SP)
13 de mai de 1975

O presidente da Fundação Nacional do Índio, general Ismarth de Araújo Oliveira, visitará a terra indígena de Dourados, no atual Mato Grosso do Sul, mas que na época fazia parte do território do Mato Grosso, para ouvir os índios Terena e Guarani, que denunciam todo o tipo de provocação por parte dos trabalhadores da construtora Nosde Engenharia, responsável pela pavimentação da rodovia Dourados - Itaporã que passa pela divisa do território indígena. A viagem do presidente da Funai servirá para uma tomada de consciência sobre os problemas dos índios na região, cujas terras também são invadidas por grileiros. Segundo correspondente do Estado de São Paulo em Cuiabá, os índios se encontram prensados entre duas cidades e dezenas de fazendas, o que demonstra como essas comunidades indígenas são, talvez, as que mais sofrem as consequências de contatos indiscriminados com os brancos.

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.