VOLTAR

Ibama da multa de 500 mi a siderurgicas

FSP, Ciencia, p.A16
21 de out de 2005

Ibama dá multa de R$ 500 mi a siderúrgicas
O Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) multou ontem oito siderúrgicas do Pará e do Maranhão em mais de R$ 500 milhões. A multa é por usar carvão oriundo de desmatamento ilegal.
As empresas não comprovaram a origem do combustível nem repuseram a floresta derrubada. Segundo o Ibama, nos últimos cinco anos, a exploração ilegal chegou a 7,7 milhões de metros cúbicos de carvão. O papel desse fator no desmatamento da Amazônia não era reconhecido antes.
"Precisamos melhorar o licenciamento ambiental para que isso deixe de acontecer", afirma Antônio Hummel, diretor de Florestas do Ibama. Segundo ele, o órgão está preparando levantamento sobre o problema entre as siderúrgicas de Minas Gerais.

FSP, 21/10/2005, p. A 16

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.