VOLTAR

EQUIPES DO GOVERNO DE SP ATUAM EM REGIÃO DE DIFÍCIL ACESSO PARA COMBATER INCÊNDIO FLORESTAL

Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente -https://www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br//
10 de set de 2020

Homens do Corpo de Bombeiros, da Fundação Florestal, da Defesa Civil, do Instituto Florestal, do ICMBio, de prefeituras e voluntários trabalham 24h por dia nas ocorrências; viaturas, helicópteros, aviões e drones auxiliam a operação
Desde a última semana, incêndios em áreas protegidas mobilizam mais de 150 pessoas, entre brigadistas da Fundação Florestal (FF), do Corpo de Bombeiros, da Polícia Militar (PM), da Defesa Civil, do Instituto Florestal (IF), das prefeituras, do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), além de voluntários da região. As equipes empenham esforços para conter as chamas nos municípios de Luiz Antônio, Águas da Prata e São João da Boa Vista, região de Ribeirão Preto. O fogo atinge áreas de difícil acesso até mesmo para atuação aérea.

As ações de combate aos focos de incêndio contam com auxílio de viaturas, abafadores e bombas costais, além de helicópteros e aviões. Mais de 100 mil litros de água já foram utilizados apenas em Luiz Antônio e Águas da Prata. As equipes estão trabalhando ininterruptamente desde as primeiras horas dos incêndios.

Nesta terça-feira (8), dois helicópteros Águia, do Comando de Aviação da Polícia Militar (CAvPM), e dois aviões atuaram em Águas da Prata. O monitoramento e a identificação das áreas atingidas são realizados por meio de drones, que auxiliam nas coordenadas das equipes. Ainda para dar mais eficiência aos trabalhos em Luiz Antônio, um Posto de Comando (PC) foi estabelecido nas proximidades das áreas dos focos.

Segundo dados meteorológicos, o tempo deve continuar firme e seco nos próximos dias, o que favorece à propagação dos focos de incêndio. O balanço da área atingida será realizado após o rescaldo.

https://www.infraestruturameioambiente.sp.gov.br/2020/09/equipes-do-gov…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.