VOLTAR

PF deflagra ação para desarmar grupo de índios no sul do Paraná

FSP, Poder 2, p. 6
08 de nov de 2012

PF deflagra ação para desarmar grupo de índios no sul do Paraná
Seis indígenas, incluindo o cacique Valdir Santos, foram presos

COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, EM CASCAVEL

A Polícia Federal desencadeou ontem uma operação para desarmar um grupo de índios no sul do Paraná.
Seis indígenas, entre eles o cacique Valdir Kokoj Santos, foram presos na reserva de Mangueirinha (a 408 km de Curitiba).
A operação teve como objetivo desarmar líderes que estariam coagindo os demais indígenas. O cacique enfrenta oposição de um grupo que estaria disposto a assumir o comando da aldeia.
A Funai (Fundação Nacional do Índio) não soube informar o número de habitantes da aldeia. Disse apenas que, no local, vivem índios das etnias caingangue e guarani.
O delegado Maurício Todeschini, que comandou a operação, disse que há histórico de violência dentro da reserva, mas ressaltou que apenas o grupo liderado desse cacique age com brutalidade.
No fim da tarde, antes de ser transferido para a carceragem da PF em Curitiba, o cacique pagou fiança de R$ 7.000 e foi solto. O delegado disse que o pagamento foi feito por outros índios. Os demais indígenas presos foram levados para Pato Branco.
As denúncias contra Santos foram feitas pelos próprios índios. A PF confirmou as acusações que levaram a Justiça a emitir 27 mandados de busca e apreensão. A ação envolveu cerca de 100 policiais. Foram apreendidas cinco espingardas e três revólveres. (LUIZ CARLOS DA CRUZ)

FSP, 08/11/2012, Poder 2, p. 6

http://www1.folha.uol.com.br/fsp/poder/76863-pf-deflagra-acao-para-desa…

As notícias aqui publicadas são pesquisadas diariamente em diferentes fontes e transcritas tal qual apresentadas em seu canal de origem. O Instituto Socioambiental não se responsabiliza pelas opiniões ou erros publicados nestes textos. Caso você encontre alguma inconsistência nas notícias, por favor, entre em contato diretamente com a fonte.